domingo, 29 de maio de 2011

29 de Maio, hoje faz um mês que te conheci...

Como se fosse uma brincadeira do destino eu te encontrei,
ou melhor você me encontrou afinal você que começou aquela
conversa doida.
E como se fosse mágica minha vida se transformou da noite para
o dia.
Como pode ser um mês se parece que você sempre esteve na 
minha vida,sempre tenho a impressão de que você sempre estava
ali presente e eu só não sabia ainda. rsrs
É incrível como nossa amizade evoluiu em pouco tempo, em um dia 
meros desconhecidos e no outro confidentes sonhadores.
As vezes sozinha me questiono sobre essa aproximação.
Por que eu e você?
Será que foi o destino querendo nos pregar uma peça?
Será que essa aproximação tem um propósito?
É tão estranho pensar que pra você fiz confidências que nunca
havia pensado em fazer.
Declarei sentir o que eu achava que nunca sentiria .
Depois de te conhecer vivi mais emoções e mais contradições 
do que já havia vivido ao longo dos tempos.
E nesse mês sem nem me ver, foi com você que vivi alguns dos
melhores momentos da minha subsistência.
Houveram risos, lágrimas, carinhos, sonhos e acima de tudo uma
linda amizade.
Como em apenas um mês pude viver esse misto de sentimentos,
eu que já estava acostumada com a decepção eu que já não mais 
acreditava no Amor, que estava exausta de uma vida de incertezas
encontrei a pessoa certa na hora errada.
Uma brincadeira do destino, talvez.
Ou quem sabe uma chance para repensar a vida.
Uma demonstração de que tudo o que planejamos nem sempre sai
exatamente como esperamos.
E nessa brincadeira de de bem me quer, mal me quer...
O meu querer foi te querendo cada vez mais na minha vida e a cada
dia esse querer aumenta.
Mas a vida não é tão simples,meus planos como sempre não sairam
como eu esperei.
Sei que de nada adiante te fazer mil juras de amor se o que realmente você quer eu não posso dar.
De nada adianta dizer que te quero, se ao seu lado não posso estar.
Não adianta te prometer amor eterno, se o que importa é o hoje o agora.
A eternidade pode até parecer uma idéia tentadora, mas de que adiantasse nesse momento é a ausência que parece durar uma eternidade.
Então nesse momento não vou fazer juras.
Vou lhe o oferecer o que de mais puro tenho para lhe dar.
Então te ofereço o que eu tenho de mais real, a minha Amizade.
A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando
a nossa alegria e dividindo a nossa dor.
A amizade é o amor que nunca morre.
Dos amores humanos, o menos egoísta, o mais puro e desinteressado é o amor da amizade.
Isso é o que eu te ofereço, pode até parecer pouco mas é verdadeiro.
O vida é cheia de escolha.
E se fosse pra te deixar, te deixaria dentro de mim.
Se fosse pra te esquecer, te esqueceria...
Só pra lembrar outra vez e ficar assim, como se nada fosse ruim.





Feliz 1º mês de Amizade e que esse seja o primeiro de muitos outros...







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário